Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Fase Racional’ Category


A grande mentira da vida é a própria vida das aparências, onde tudo parece verdade, mas tudo se acaba, tudo se transforma em outra coisa. E sempre se transformando em coisa menor.
Essa é a realidade que ninguém quer encarar. E quem não quer encarar a realidade vive de mentiras, vive de aparências, vive de ilusões. Aparências e mentiras são da mesma categoria na causa da infelicidade.
Não se podem dizer felizes, aqueles que vivem se enganando com aparências, se enganando com mentiras e achando que estão certos. Essa é a essência do encanto. Todos encantados por todos viverem de aparências de mentiras chamando isso de sonho que não se realiza. Sonho de mentiras.
Que loucura de mau senso! Que loucura desse povo que ainda teima viver no encanto. O encanto é o mundo da mentira. Feliz dia da mentira para todos que vivem e sobrevivem dela.
Quando as pessoas querem mudar de vida é porque elas querem ser melhores. Procuram, procuram e nunca desistem. A grande questão é: procurar aonde? Aonde procurar?
Querer mudar de vida, lamentavelmente, pode induzir as pessoas à vida de sonhos. E sonhar não é a melhor opção, principalmente quando o sonho não tem limites; e o que não tem limites acaba muito mal, porque está fora da lei, fora dos limites naturais.
Querer mudar de vida é buscar dentro da realidade toda e qualquer possibilidade que tenha acesso – nunca um sonho, nunca um gosto ou mania ou fantasia; querer mudar de vida é fazer por onde alcançar! É buscar dentro de uma realidade que muitos às vezes não enxergam, mas quem quer mudar de vida enxerga essa realidade.
Não falo de uma nova realidade, falo da realidade eterna, a realidade de sempre. Esta é a grande virtude da Escrituração Racional. Possibilitar a todos que desejam mudar de vida, enxergar a vida pelo ponto de vista da realidade eterna.
Nos ensina o Racional Superior: “Diante da IMUNIZAÇÃO RACIONAL não nascerão mais aí, e sim, em vez dos corpos tornarem aí a nascer, vão nascer na parte Racional. A Imunização vai tratando de transportar as sementes, que são a origem desses corpos, para a parte Racional e cá, então, formando outros corpos muito diferentes desses, na grande planície cá em cima, muito além do sol, onde estão os Racionais com o seu progresso de pureza, muito diferente desse; e na Escrituração vão saber tintim por tintim”.
Está aí o apanágio, a apoteose do Animal Racional. Mudar de um mundo inferior para um mundo superior, sem sofrimento e sem dor e nem tem que pegar nenhum disco voador, nem nave espacial, nem nenhum aparelho artificial.
Para conduzir a humanidade ao Mundo Racional, como diz o Racional Superior, a grande Planície lá em cima, ele também nos esclarece que já estamos todos equipados pela própria natureza com um aparelho original – é o Aparelho Racional.
Dirão alguns: -“isso tudo é depois da morte, não é mesmo? Uma coisa dessas, de mudar para outro mundo, só pode acontecer depois da morte!”
Pois é justamente ao contrário! Depois da morte o aparelho estará desativado e nada poderá ser feito neste sentido. Este Aparelho Racional, querendo dizer aparelho da verdadeira origem, tem sete “turbinas”. É um aparelho turbinado com sete partes para projetar a Energia Pura que está deformada dentro do calor além acima de todos os astros numa velocidade muito maior que a velocidade da luz.
Com este aparelho desenvolvido será feita toda a comunicação necessária com qualquer parte do Universo e do além universo – podemos resumir este estado de vida como sendo a integração completa do ser humano com a Natureza e com a origem de tudo e de todos, o Mundo Racional.
Uma turbina em cada parte do universo, que são as sete partes orientadas e direcionadas pela Imunização Racional e programadas para conduzir todos de volta à grande Planície de onde tudo e todos desceram. São as sete partes do por que assim somos: sol, lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais. E que estas sete partes estão representadas em nosso corpo material sob a forma de Aparelho Racional.
O nosso corpo de matéria, com suas sete essências, é um Aparelho Racional. É como pegar sete órgãos alinhados em uma única estrutura de energia. Apenas para dar uma referência deste alinhamento, os gurus do oriente já demonstraram que é possível desenvolver esta linha de energia que foi batizada como “kundaline”. Isso, na linguagem do oriente.
A grande questão é que para se desenvolver essa energia em linha, ou kundaline, usando o pensamento ou com a meditação transcendental, é quase impossível. Apenas alguns grandes mestres do assunto é que descreveram ter alcançado esse estado de alinhamento energético.
Então, isto é apenas uma referência de comprovação. O Aparelho Racional é natural. E o que é natural não precisa de esforço para alcançar. É tudo uma questão da Energia em que está ligado.
Essa é a realidade que muitos ainda não conhecem. É a ligação da energiacerta! Qualquer aparelho precisa de energia para funcionar. Se estiver ligado numa energia errada entra em curto.
E o ser humano, a exemplo do sol que nos gerou está em curto, enquanto na classe de animal racional. Esse foi o principal motivo de toda infelicidade que vai pelo mundo. Porém, foi preciso e necessário para haver o desenvolvimento.
O Aparelho Racional é a essência que nos dá o sentimento nas sete partes do nosso corpo.
O sentimento não está apenas na mente, o sentimento está na energia essencial que compõe estas sete partes de nosso organismo; a gente sente com o corpo todo, notadamente no coração. O sentimento reside predominantemente no coração que assim representa o Sol em nosso organismo.
Sem o coração não há cérebro, sem o cérebro não há comunicação. Nada é independente.
Sem a parte cerebral, o coração não “vê a Energia” e não poderá sentir. O sentimento está
em nosso corpo, mas na glândula pineal, dentro do cérebro, está uma peça que monitora toda a atividade de comunicação deste aparelho e que é capaz de “ver a Energia” em todos os níveis. A glândula pineal funciona como a antena da comunicação com os supra-mundos e com os infra-mundos, inclusive com a Grande Planície que está lá em cima.
Na glândula pineal está materializada a Energia do Habitante do Mundo Racional.
Nesta comunicação do Aparelho com o Mundo Racional, reside todo o fundamento dessa transição de um corpo de matéria elétrica e magnética se transformar, em vida, em um corpo de matéria de Energia Racional.
O corpo de matéria elétrica e magnética é a casca grossa dessas sete partes alinhadas e ligadas à fonte de energia elétrica e magnética. São as sete partes encantadas pelo obscurantismo, proporcionando um lazer de ignorância, de aparências e de eternas insatisfações.
Por isso o sete é conta de mentiroso.
O corpo de matéria de Energia Racional é a mistura fina das mesmas sete partes alinhadas e ligadas à fonte de Energia Eterna, a Energia Racional, do nosso verdadeiro Mundo de Origem – é o corpo de matéria essencial, ou corpo das sete essências desencantadas, com toda a verdadeira solução da vida, que é retornar ao seu estado original.
Relembrando que esta mudança de organização das sete partes grosseiras para as sete partes essenciais é feita em vida, durante a vida deste corpo de matéria ou, melhor, dizendo, durante a vida deste aparelho.
Quem lê o Livro Universo em Desencanto, ou até mesmo na simples menção de pegar este livro, já induz seu aparelho Racional à ligação com a Energia Racional, por ser este um fator natural. É como o sol que alumia a todos, mesmo que nunca tenha estudado Astronomia.
Fácil assim!
Esta comparação é apenas para nos lembrar que o desenvolvimento deste Aparelho Racional, que é o corpo essencial do nosso corpo de matéria, será alcançado muito naturalmente e em vida, porque foi feito para ser assim. Desenvolver-se Racionalmente é como que “chover no molhado”; já é, não vai ser.
Naturalmente, para haver o desenvolvimento do Aparelho, primeiro precisa desenvolver o Raciocínio para desencantar da massa grosseira que nos envolve. É preciso tirar a “casca grossa” dos pensamentos ilusórios e artificiais que nos afligem e nos causam sofrimento e dor. É preciso primeiro conhecer a realidade como ela é, pelo desenvolvimento cultural do raciocínio.
Está aí a principal finalidade da leitura do livro Universo em Desencanto – desenvolver o raciocínio culturalmente, combatendo as falsas idéias ou falsos ideais da matéria e admitindo em si o verdadeiro ensinamento da vida.
Idéias se combatem com idéias, porém jamais poderemos ser contra os ensinamentos.
Racional é a favor de todos os ensinamentos, porém, há que se combater as falsas idéias criadas pelos ensinamentos mal assimilados. Isto é uma forma inteligente de ver o desenvolvimento do raciocínio.
Por ser inteligente, é que este desenvolvimento propicia o verdadeiro avanço para começar a desenvolver o Aparelho Racional e, como conseqüência natural destes dois progressivos desenvolvimentos, do raciocínio e do aparelho, advém o evento da Vidência Racional.
Raciocínio desenvolvido, aparelho desenvolvido, surge a Vidência Racional, vendo tudo que era invisível ao corpo de matéria, não apenas as formas invisíveis, como também a Energia que constitui tudo e todos os seres deformados e a Energia Eterna.
Aí estaremos todos, que quiserem mudar de vida, no fim da transição deste corpo de matéria para a vida Racional, começando, então a grande jornada de retorno ao nosso Mundo de Origem, que é o desenvolvimento da desmaterialização da energia da glândula pineal feita pela Imunização Racional.
Antes disso, poderemos nos contentar com uma atraente clarividência dos fatos que estão ligados à Energia Racional. São as intuições e orientações que nos acodem em diversos momentos desta vida material. Intuições positivas, orientações naturais para a manutenção do necessário e para a manutenção deste corpo de matéria que está sendo recuperado da massa falida, em transição para um mundo melhor, o Mundo Racional.
(Colaboração do Prof. Porfírio J. Neves
Rádio Tropical 830 AM – RJ
http://www.programaavozracional.com.br)
http://www.culturaracional.com.br
http://www.encontroracional.com.br

Read Full Post »

A maioria das pessoas trabalha, diverte, viaja, dorme, enfim, tem uma infinidade de atividades em sua vida, sem nem ao menos desconfiar do que está por detrás dos bastidores daquela sua vida aparente.
São reinados poderosos do invisível, os quais trabalham incansavelmente para justificar nossas vidas, acomodando-as dentro daquilo que devam de ser, para que alcancemos a compreensão da vida verdadeira, que não é material, para que, de posse dessa compreensão, tenhamos condições de realizar aqui na vida da matéria, uma união de paz, amor, fraternidade e de concórdia universal.
Mas, por falta de sabedoria verdadeira, por falta de conhecimento verdadeiro da vida, os animais Racionais sempre viveram em confusão, tendo a matéria, que nada é, como tudo sendo.
E se nos iludimos tanto com a matéria, foi por falta de um conhecimento na Terra que nos provasse e comprovasse QUEM SOMOS, DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE VAMOS.
E hoje, graças à mudança de fase da natureza, que mudou da fase do pensamento para a Fase Racional desde 1935, essa união de paz, amor, fraternidade e concórdia universal, agora já é possível, pela Cultura Racional, através desenvolvimento do raciocínio.
Por quê?
Por ser o raciocínio um habitante do MUNDO SUPREMO, de onde somos originários, e que está materializado em forma de máquina do raciocínio.
Temos repetido muito isso neste espaço, para que nossos queridos Amigos se conscientizem da grandeza que trazemos, cada qual, dentro de nós mesmos.
E que grandeza é essa?
Essa grandeza é a ENERGIA RACIONAL, que é um Habitante do Mundo Superior de onde somos originários, o MUNDO RACIONAL.
Ela está materializada na glândula pineal, como máquina do raciocínio. É idêntica em todas as cabeças humanas e corresponde ao raciocínio.
Portanto, o raciocínio é UM só ser universalmente, sendo, assim o autêntico filho de DEUS, o representante de DEUS, a centelha Divina, da qual cada ser humano é portador.
É o filho ÚNICO de DEUS.
E somente, minha gente, quando conheci a CULTURA RACIONAL, vim a compreender a grandeza das palavras:
“De tal maneira DEUS amou o mundo, que lhe deu seu filho ÚNICO, para que todo nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna.”
Antes de conhecer a Cultura Racional, fazia uma tremenda confusão e dizia:
“Se todos somos filhos de DEUS, que contradição é essa de falar em filho ÚNICO?”
Ainda bem que guardei isso comigo e passei silenciosamente a pesquisar tudo que encontrava, para ver se entendia o sentido real daquelas palavras, na certeza de que tudo que não entendemos é por deficiência da nossa pessoa, já que sempre acreditei que a VERDADE se alcança por mérito, através do respeito a tudo e a todos e da busca sincera e séria.
Hoje, estudando a CULTURA RACIONAL, com alegria posso dizer, que aquilo que constituía enigma para mim, agora se tornou a chave da porta de minha salvação.
Salvação da ignorância, salvação do atraso, salvação da brutalidade, salvação da ferocidade, enfim, salvação da inconsciência em que eu vivia mergulhada por não me conhecer.
Não tenho como agradecer à Mãe Natureza de me ter encaminhado, com tanto carinho e me conduzido para este caminho de LUZ, onde logo, logo me foi desvendado este enigma do FILHO ÚNICO.
Aí é que fiquei sabendo que cada ser humano é um aparelho feito pela natureza, que traz dentro de si a representação de dois mundos, representações essas que estão dentro de nossa cabeça.
Que mundos são esses?
O Primeiro Mundo, o MUNDO RACIONAL, de onde somos originários, onde a energia é uma só, a ENERGIA RACIONAL, pura, limpa e perfeita e, por assim ser, eterna.
E o segundo mundo, que é a deformação de uma pequena parte do Primeiro Mundo. E por ser este segundo mundo, um mundo deformado, é formado por duas energias de naturezas opostas: a energia elétrica e a energia magnética – duas energias.
A ENERGIA RACIONAL é UMA SÓ, é a ENERGIA do Verdadeiro DEUS, que criou os Habitantes do MUNDO RACIONAL, todos corpos de ENERGIA RACIONAL, que, por ser uma só, todos os filhos de DEUS são UM SÓ.
A ENERGIA RACIONAL, que está materializada em nossas cabeças, que é o raciocínio, é o filho ÚNICO de DEUS.
Por que?
Porque não foi DEUS que criou as energias elétrica e magnética, que são uma deformação daquela pequena parte do MUNDO RACIONAL, onde uns tantos Habitantes do MUNDO RACIONAL adentraram, dando causa à deformação daquela pequena parte, uma PLANÍCIE RACIONAL.
Portanto, nós, seres humanos, trazemos dentro de nós um Habitante do MUNDO RACIONAL, que foi o causador daquela deformação, que veio a constituir esse segundo mundo em que vivemos. Esse Habitante do MUNDO RACIONAL está materializado dentro de nossas cabeças, como máquina do raciocínio, na parte central do cérebro, no istmo do mesencéfalo, e que representa o MUNDO RACIONAL.
E essas energias elétrica e magnética, são viventes invisíveis habitantes deste segundo mundo deformado, que têm também suas representações dentro de nossas cabeças.
A representação da energia elétrica, que é um habitante elétrico invisível do segundo mundo, e que esse habitante está materializado dentro de nossa cabeça como máquina do pensamento, no lado direito do nosso cérebro.
E a representação da energia magnética, que é um habitante magnético invisível do segundo mundo, e que esse habitante magnético está materializado dentro de nossa cabeça como máquina da imaginação, no lado esquerdo do nosso cérebro.
Então, são três habitantes materializados dentro de nossa cabeça. Um, do PRIMEIRO MUNDO, o MUNDO RACIONAL, que é o raciocínio. Dois do SEGUNDO MUNDO, que são o pensamento e a imaginação.
O elétrico e o magnético, pensamento e imaginação, por serem deformados, são diferentes em cada cabeça humana, sendo conduzidos pelos seus correspondentes invisíveis elétricos e magnéticos, habitantes deste segundo mundo em que vivemos – pensamento e imaginação.
O raciocínio, ficou sem funcionar, por estar fora do seu mundo natural, o MUNDO RACIONAL, e somente entra em desenvolvimento para posterior função, com sua ligação na ENERGIA RACIONAL, a energia do PRIMEIRO MUNDO, o MUNDO RACIONAL.
Portanto, os habitantes elétrico e magnético que estão materializados dentro de nossa cabeça como pensamento e imaginação, são filhos da energia elétrica e magnética deste segundo mundo deformado em que vivemos.
E, assim, não são filhos legítimos de DEUS, porque não foram criados por DEUS, foram uma conseqüência da deformação da Planície Racional, aquela pequena parte do MUNDO RACIONAL, onde os Habitantes do Mundo Racional, adentraram. Os mesmos Habitantes do MUNDO RACIONAL que hoje estão materializados em forma de máquina do raciocínio.
Portanto, os Habitantes do MUNDO RACIONAL, que estão materializados em forma de máquina do raciocínio, e que são exatamente idênticos dentro de cada cabeça, constituindo Um só SER, é que são os filhos legítimos de DEUS, criados por DEUS, o RACIONAL SUPERIOR, no MUNDO RACIONAL.
Concluindo então, o desvendamento do enigma: o FILHO ÚNICO de DEUS é o raciocínio, porque o pensamento e a imaginação são filhos da natureza deformada, elétrica e magnética, que assim se deu essa deformação, por uso do livre arbítrio de uns tantos Habitantes do MUNDO RACIONAL que entraram naquela pequena parte do MUNDO RACIONAL, a Planície Racional, que não estava pronta para entrar em progresso.
E quem tem mantido o FILHO ÚNICO de DEUS dentro de nossas cabeças nesses milhões de milênios, que a gente vem nascendo e morrendo, nascendo e morrendo e sendo sempre os mesmos a nascer e morrer?
DEUS, minha gente, que é a ENERGIA RACIONAL que lhe dá causa. E em segundo plano essa natureza deformada em que vivemos, que fabrica o aparelho elétrico e magnético, o corpo de matéria, que conduz este Habitante do MUNDO RACIONAL.
Para ver, como estamos fora de lugar. Para ver como não temos direito algum de neste segundo mundo estar vivendo, porque aqui não é nosso lugar, nosso habitat verdadeiro.
A Natureza vem mantendo esse nosso corpo de matéria, há milhões de milênios, conduzindo-nos através do pensamento e da imaginação, até que chegasse a época de estarmos preparados para sermos resgatados e conduzidos ao nosso mundo verdadeiro, o MUNDO RACIONAL.
E esse retorno é feito pela ENERGIA RACIONAL, que são Habitantes do MUNDO RACIONAL, nosso habitat natural. Esses Habitantes do MUNDO RACIONAL estão agora na Terra, acompanhando cada estudante de Cultura Racional e promovendo o desenvolvimento do Habitante do Mundo Racional, que está materializado em nossas cabeças em forma de máquina do raciocínio.
Não só o desenvolvimento do raciocínio, como também o desenvolvimento da vidência Racional, aparelho Racional e a desmaterialização da máquina do raciocínio.
Com a desmaterialização é feito o retorno do raciocínio, do FILHO ÚNICO DE DEUS, ao MUNDO RACIONAL, para de lá ele comandar o ser humano, para reconstrução do mundo em que vivemos num mundo de união de paz, amor, fraternidade e concórdia universal.
E quem não quiser crer no raciocínio, no FILHO ÚNICO DE DEUS, procurando desenvolvê-lo, não poderá retornar à origem, descendo para as classes inferiores e perecendo, morrendo para a vida eterna, que é o MUNDO RACIONAL.
Portanto, minha gente, só quem não reconhece direitos, é que não reconhece limites. E precisamos reconhecer os direitos do raciocínio se desenvolver para voltar de onde saiu.
Assim vamos mostrar ao nosso PAI SUPREMO, que já aprendemos a lição de que errar tem limite.
Toda a humanidade precisa reconhecer que não tem o direito de viver pensando e imaginando, pois, em assim fazendo, estará impedindo o retorno do FILHO ÚNICO de DEUS ao seu verdadeiro estado natural de RACIONAL PURO, LIMPO e PERFEITO.
Ainda mais na fase em vigor, que é a FASE RACIONAL, a fase para retorno do raciocínio ao MUNDO RACIONAL.
Chegou, minha gente, o limite da fase inconsciente, da fase do pensamento, desde 1935. E, por isso, a fase do pensamento terminou, causando todo o cáos que estamos assistindo no mundo afora.
Por isso, o pensamento não resolve mais nada.
E quem não quiser respeitar esse limite e continuar pensando na fase do desenvolvimento do raciocínio, que é a FASE RACIONAL, vai mesmo perecer para a vida eterna, continuando na vida de transformações da matéria, nas classes inferiores de bicho irracional, porque a natureza é de transformações: nada se perde, nada se cria, tudo se transforma de uma vida para outra e de uma forma para outra.
Portanto, muita alegria, porque enfim chegou a fase do FILHO ÚNICO DE DEUS retornar ao seu verdadeiro estado natural de Racional puro, limpo e perfeito, com seu corpo de massa cósmica pura, limpa e perfeita e com seu progresso de pureza no MUNDO RACIONAL, de onde todos somos originá
http://www.culturaracional.com.br
http://www.encontroracional.com.br

Read Full Post »

 

Estamos vivendo uma fase única, com características muito especiais, jamais encontradas anteriormente neste velho e sofredor mundo em que vivemos.
Passamos por milhares de anos buscando, fora de nós, uma forma de equilíbrio, que nos permitisse viver em paz com tudo e com todos, mas, principalmente conosco mesmos.
Mas, por estarmos ainda muito embrutecidos, achávamos que este velho mundo era o mundo verdadeiro, que este mundo era eterno, mesmo vendo que tudo se transforma. E por assim pensarmos, queríamos encontrar nesse velho mundo a solução de uma vida de harmonia.
Nem vendo a diversidade de elementos existentes nesse mundo, onde existe o bem e o mal, o macho e a fêmea, o frio e o calor, não conseguíamos enxergar a impossibilidade de estar neste mundo com essa diversidade de elementos, o ponto de equilíbrio do ser RACIONAL.
O ser RACIONAL é o ser que está acima do bem e do mal, que o bem existente neste mundo de sofrimentos, ainda não é o bem verdadeiro. Sim, porque se fosse o bem verdadeiro, há muito já teria vencido o mal e teria conduzido toda a humanidade e o tudo existente neste mundo para uma união de paz, amor e fraternidade verdadeiras.
O ser RACIONAL, portanto, é o ser DIVINO, sim, divino, sim, porque está acima do bem e do mal.
Este ser RACIONAL, sendo buscado arduamente na matéria, que é um conjunto do bem aparente com o mal, é um conjunto elétrico e magnético, jamais poderia mesmo ser encontrado.
E foi nessas buscas milenares do ser RACIONAL na matéria, que, todos nós, nos tornamos cada vez mais ligados à matéria e distanciados do ser RACIONAL, o ser DIVINO.
E por que DEUS não interveio nessa busca e nos mostrou o canal certo há mais tempo? Muitos perguntarão.
Porque ELE é um SER SUPREMO RACIONAL, não é contra nada, não é contra ninguém e não comete ingerências na vida de ser nenhum. Ingerência é se intrometer no livre arbítrio dos demais seres.
Mas, advertências não faltaram.
Somos originários de DEUS, o SUPREMO RACIONAL, que constitui o MUNDO SUPREMO, por ele criado, um mundo completamente diferente deste segundo mundo em que vivemos e do qual somos os únicos responsáveis e causadores.
Quando habitávamos o MUNDO SUPREMO, junto ao ser RACIONAL SUPREMO, que é DEUS, um mundo de energia pura, limpa e perfeita, gozávamos de pleno equilíbrio e de pleno uso da vontade.
E pela liberdade que tínhamos, resolvemos dar expansão a ela, dando causa a este universo deformado em que vivemos, onde nada é igual, nada é perfeito e, por isso, está em constante transformação para voltar à perfeição.
Quando decidimos dar expansão a essa vontade, fomos advertidos por DEUS, o ser SUPREMO RACIONAL, que essa expansão daria causa ao sofrimento, coisa que não conhecíamos. E, assim, por não conhecermos o sofrimento, decidimos continuar aquela empreitada, deixando de ouvir as advertências do SER SUPREMO RACIONAL.
O resultado de tudo isso hoje estamos sentindo em nossa própria pele: perdemos a consciência do SER RACIONAL e constituímos a consciência animal, que é a consciência que desenvolvemos nesse segundo mundo – do pensamento e da imaginação.
Mas, não perdemos o vínculo com o SER SUPREMO RACIONAL. Este vínculo está dentro de nós e, não fora, aguardando que cada um, por si mesmo, se conscientize da existência desse vínculo e procure desenvolvê-lo. Este vínculo é o raciocínio, que é o Habitante do MUNDO RACIONAL que sempre fomos, mas que está materializado em forma de máquina do raciocínio dentro de nossas cabeças, como Glândula Pineal.
Por isso, chamamos à atenção todos os nossos irmãos semelhantes, para a peculiaridade da fase em que estamos vivendo. Uma fase em que cada um é responsável por si mesmo, já que cada um carece de compreender que ninguém, ninguém mesmo, poderá desenvolver algo que está dentro de você e, em assim sendo, ninguém poderá fazer nada por ninguém nesse sentido, mas que cada um tem a liberdade de procurar desenvolver este poder incalculável que tem e que não está em função, por falta da vontade em procurar fazer por onde desenvolvê-lo.
O SER SUPREMO RACIONAL, sempre esteve a olhar o mundo, mas, agora está aguardando que cada um se decida a se ligar à ENERGIA RACIONAL, a energia do SER SUPREMO RACIONAL, a energia de DEUS, para que o mundo fique por conta de DEUS e, não, dos seus habitantes, que tem os visíveis, que somos nós e tem os invisíveis, que sempre nos governaram através do pensamento e da imaginação, nos preparando para este momento único e recuperador do animal Racional, a FASE RACIONAL.
Nossa história até chegar aqui é muito longa. Lendo os Livros da ENERGIA RACIONAL, UNIVERSO EM DESENCANTO, vocês irão saber, compreender e entender o porquê de tudo. O porquê da necessidade de haver tantas filosofias diferentes, tantas ciências diferentes, tantas doutrinas diferentes, tantas ideologias diferentes, tantas seitas e religiões diferentes, tantas bíblias diferentes e passarão, com absoluta certeza, a respeitar todas, por passarem a ter consciência positiva Racional do porquê da existência de tudo isso, que foi a longa preparação que tivemos que passar, para resgatar a grande dívida que fizemos ao sair do nosso mundo verdadeiro natural, o MUNDO RACIONAL.
Quando se inteirarem de tudo isso, passarão a desenvolver um amor completamente diferente do amor que hoje conhecem, um amor eterno, puro, sem aparências, um amor incondicional por tudo, por todos, mas, principalmente, um amor incomensurável pelo SER SUPREMO RACIONAL, que é DEUS.
É quando então, quando todos assim estiverem nessa condição sublime, é que o mundo ficará por conta de DEUS e, não por conta de seus habitantes.
Vamos juntos, meus irmãos, acelerar esse apoteótico dia do mundo ficar por conta do nosso PAI VERDADEIRO, procurando estudar o que a nossa Mãe NATUREZA nos trouxe do nosso PAI VERDADEIRO, que é o conhecimento completo da nossa verdadeira história, desde que saímos da nossa origem eterna até nos deformamos nesta vida de matéria, como animais Racionais.
Esse conhecimento é imprescindível para que sejamos UM por todos e todos por UM, e esse Um é o SER SUPREMO RACIONAL, que está à espera de todos no nosso verdadeiro mundo de origem, o MUNDO RACIONAL.
ALEGRIA MINHA GENTE, JÁ QUE AGORA A NOSSA SALVAÇÃO, QUE O NOME CERTO É RETORNO À ORIGEM, não depende de ninguém mais, só mesmo de nós próprios.
VAMOS RACIOCINAR!
http://www.culturaracional.com.br
http://www.encontroracional.com.br

Read Full Post »

Minha gente!
Estamos vivendo uma fase única, com características muito especiais, jamais encontradas anteriormente neste velho e sofredor mundo em que vivemos.
Passamos por milhares de anos buscando, fora de nós, uma forma de equilíbrio, que nos permitisse viver em paz com tudo e com todos, mas, principalmente com a gente mesmo.
Mas, por estarmos ainda muito embrutecidos, achávamos que este velho mundo era o mundo verdadeiro, que este mundo era eterno, mesmo vendo que nele tudo se transforma. E por assim pensarmos, queríamos encontrar nesse velho mundo a solução de uma vida de harmonia.
Nem vendo a diversidade de elementos existentes nesse mundo, onde existe o bem e o mal, o macho e a fêmea, o frio e o calor, não conseguíamos enxergar a impossibilidade de estar neste mundo com essa diversidade de elementos, o ponto de equilíbrio do ser RACIONAL.
O ser RACIONAL é o ser que está acima do bem e do mal, que o bem existente neste mundo de sofrimentos, ainda não é o bem verdadeiro. Sim, porque se fosse o bem verdadeiro, há muito já teria vencido o mal e teria conduzido toda a humanidade e o tudo existente neste mundo para uma união de paz, amor e fraternidade verdadeira.
O ser RACIONAL, portanto, é o ser DIVINO, sim, divino, sim, porque está acima do bem e do mal.
Este ser RACIONAL, sendo buscado arduamente na matéria, que é um conjunto do bem aparente com o mal, é um conjunto elétrico e magnético, jamais poderia mesmo ser encontrado.
E foi nessas buscas milenares do ser RACIONAL na matéria, que, todos nós, nos tornamos cada vez mais ligados à matéria e distanciados do ser RACIONAL, o ser DIVINO.
E por que DEUS não interveio nessa busca e nos mostrou o canal certo há mais tempo? Muitos perguntarão.
Porque ELE é um SER SUPREMO RACIONAL, não é contra nada, não é contra ninguém e não comete ingerências na vida de ser nenhum. Não faz coação à liberdade, respeita o livre arbítrio de todos.
Mas, advertências não faltaram.
Somos originários de DEUS, o SUPREMO RACIONAL, que constitui o MUNDO SUPREMO, por ele criado, um mundo completamente diferente deste segundo mundo em que vivemos e do qual somos os únicos responsáveis e causadores.
Quando habitávamos o MUNDO SUPREMO, junto ao ser RACIONAL SUPREMO, que é DEUS, um mundo de energia pura, limpa e perfeita, gozávamos de pleno equilíbrio e de pleno uso da vontade.
E pela liberdade que tínhamos, resolvemos dar expansão a ela, dando causa a este universo deformado em que vivemos, onde nada é igual, nada é perfeito e, por isso, está em constante transformação para voltar à perfeição.
Quando decidimos dar expansão a essa vontade, fomos advertidos por DEUS, o ser SUPREMO RACIONAL, que essa expansão daria causa ao sofrimento, coisa que não conhecíamos. E, assim, por não conhecermos o sofrimento, decidimos continuar aquela empreitada, deixando de ouvir as advertências do SER SUPREMO RACIONAL.
O resultado de tudo isso hoje estamos sentindo em nossa própria pele: perdemos a consciência do SER RACIONAL e constituímos a consciência animal, que é a consciência que desenvolvemos nesse segundo mundo – do pensamento e da imaginação.
Mas, não perdemos o vínculo com o SER SUPREMO RACIONAL. Este vínculo está dentro de nós e, não fora, aguardando que cada um, por si mesmo, se conscientize da existência desse vínculo e procure desenvolvê-lo. Este vínculo é o raciocínio, que é o Habitante do MUNDO RACIONAL que sempre fomos, mas que está materializado em forma de máquina do raciocínio dentro de nossas cabeças, como Glândula Pineal.
Por isso, chamamos à atenção todos os nossos irmãos semelhantes, para a peculiaridade da fase em que estamos vivendo. Uma fase em que cada um é responsável por si mesmo, já que cada um carece de compreender que ninguém, ninguém mesmo, poderá desenvolver algo que está dentro de você e, em assim sendo, ninguém poderá fazer nada por ninguém nesse sentido, mas que cada um tem a liberdade de procurar desenvolver este poder incalculável que tem e que não está em função, por falta da vontade em procurar fazer por onde desenvolvê-lo.
O SER SUPREMO RACIONAL, sempre esteve a olhar o mundo, mas, agora está aguardando que cada um se decida a se ligar à ENERGIA RACIONAL, a energia do SER SUPREMO RACIONAL, a energia de DEUS, para que o mundo fique por conta de DEUS e, não, dos seus habitantes, que tem os visíveis, que somos nós e tem os invisíveis, que sempre nos governaram através do pensamento e da imaginação, nos preparando para este momento único e recuperador do animal Racional, a FASE RACIONAL.
Nossa história até chegar aqui é muito longa. Lendo os Livros da ENERGIA RACIONAL, UNIVERSO EM DESENCANTO, vocês irão saber, compreender e entender o porquê de tudo. O porquê da necessidade de haver tantas filosofias diferentes, tantas ciências diferentes, tantas doutrinas diferentes, tantas ideologias diferentes, tantas seitas e religiões diferentes, tantas bíblias diferentes e passarão, com absoluta certeza, a respeitar todas, por passarem a ter consciência positiva Racional do por que da existência de tudo isso, que foi a longa preparação que tivemos que passar, para resgatar a grande dívida que fizemos ao sair do nosso mundo verdadeiro natural, o MUNDO RACIONAL.
Quando se inteirarem de tudo isso, passarão a desenvolver um amor completamente diferente do amor que hoje conhecem, um amor eterno, puro, sem aparências, um amor incondicional por tudo, por todos, mas, principalmente, um amor incomensurável pelo SER SUPREMO RACIONAL, que é DEUS.
É quando então, quando todos assim estiverem nessa condição sublime, é que o mundo ficará por conta de DEUS e, não por conta de seus habitantes.
Vamos juntos, meus irmãos, acelerar esse apoteótico dia do mundo ficar por conta do nosso PAI VERDADEIRO, procurando estudar o que a nossa Mãe NATUREZA nos trouxe do nosso PAI VERDADEIRO, que é o conhecimento completo da nossa verdadeira história, desde que saímos da nossa origem eterna até nos deformamos nesta vida de matéria, como animais Racionais.
Esse conhecimento é imprescindível para que sejamos UM por todos e todos por UM, e esse Um é o SER SUPREMO RACIONAL, que está à espera de todos no nosso verdadeiro mundo de origem, o MUNDO RACIONAL.
ALEGRIA MINHA GENTE, JÁ QUE AGORA A NOSSA SALVAÇÃO, QUE O NOME CERTO É RETORNO À ORIGEM, não depende de ninguém mais, só mesmo de nós próprios.
VAMOS RACIOCINAR!
http://www.culturaracional.com.br
http://www.encontroracional.com.b

Read Full Post »


SEM PRECISAR PEDIR
Minha gente, a natureza é de mudanças sucessivas. A própria mudança das estações, o nosso nascimento, crescimento e envelhecimento provam isso.
Assim como nascemos e crescemos e evoluímos, assim é a natureza: um ser vivo, do qual dependemos, pois fazemos parte dela.
Pois, então, procurem observar a natureza.
Ela, essa natureza diversificada, deformada, degenerada e poluída, teve também sua geração, seu nascimento, crescimento e evolução.
O que acontece agora, é que ela alcançou sua fase maior, sua maioridade.
Ela alcançou a fase em que sai da adolescência para sua fase adulta, a fase RACIONAL.
O que isso significa?
Significa que este ser, que é a natureza, está se despindo dos seus procedimentos inconscientes de adolescente, voltados para a matéria, voltando-se para o alto, para o seu lugar de onde saiu: o MUNDO SUPERIOR, a sua origem, o MUNDO RACIONAL.
Desprendeu-se da função unicamente material, visível e invisível, voltada para baixo, função transitória e passageira, onde governava através das irradiações elétricas e magnéticas do pensamento e da imaginação, para se ligar em sua função adulta, de reconhecer e se voltar à sua gênese verdadeira, onde começa sua jubilosa trajetória para retorno à sua origem.
E, assim, passou a ter ação através de sua função, não transitória, função essa de sua própria reconstrução para alcançar a eternidade.
Passou, portanto, a natureza, a raciocinar, ou seja, a saber como voltar à vida eterna.
Ora, sendo nós, gerados, criados, mantidos e governados por ela, somos obrigados por ela, por bem ou por mal, a adotar o mesmo comportamento.
Por bem, procurando compreender e colaborar com ela nessa nova função, aceitando essa nova função com alegria e gratidão.
Por mal, sendo lapidados por ela, levando surras e mais surras até aceitar a nova realidade e, se não aceitarmos, sendo destruídos por ela, para que não sejamos um obstáculo à sua ascensão e retorno à vida verdadeira, a vida eterna.
E assim é que a natureza mudou de fase, da fase do pensamento para a fase do desenvolvimento do raciocínio, a Fase Racional. E nós somos obrigados também a realizar a mesma mudança, cada um em si mesmo.
Mas, como a vontade é livre, os que não aceitarem essa mudança, serão conduzidos às classes inferiores de animais irracionais, classes essas onde esses renitentes pensadores passarão sete eternidades de sofrimentos horríveis, para resgatar a hedionda dívida de não querer aceitar nossa origem verdadeira, seu habitat natural, o MUNDO SUPREMO, Dono ABSOLUTO de tudo e de todos.
Portanto, minha gente, saímos da fase do pensamento e passamos para a fase em que vamos aprender a raciocinar, saindo da fase inconsciente para a fase consciente, a fase onde vamos aprender a resolver, nós mesmos, todos os nossos problemas, através do desenvolvimento do raciocínio.
Mas, para isso, para aprender tudo isso, nossa bondosa Mãe Natureza nos está transmitindo todo esse saber, de verdade das verdades, através dos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.
E então, como vamos dar solução a todos os nossos problemas?
Seguindo as orientações que nos são dadas do MUNDO SUPREMO, o MUNDO RACIONAL, nos Livros Universo em Desencanto.
E em seguindo à risca essas magnânimas orientações, nossa função Racional, que está adormecida no centro de nossa cabeça, na mente superior, na glândula pineal, começa, muito naturalmente, sem que percebamos, começa a entrar em ação, ajustando nosso ser às leis naturais da natureza e nos reconduzindo à nossa origem verdadeira, a vida eterna, dos puros, limpos e perfeitos, com seu progresso de pureza.
Mas, antes da entrada da Fase Racional, quando ainda vigorava a fase do pensamento, vivíamos como cegos de olhos abertos, olhando para o mundo e sem conhecer sua causa, sua origem e sua base, olhando para nós próprios e pensando que éramos mesmo animais Racionais, desconhecidos de nós mesmos, sem saber de onde viemos, como viemos, para onde vamos e como vamos. E tudo isso, por desconhecer que tínhamos ainda a desenvolver a parte mais sublime da vida, o ponto fundamental da vida eterna: o raciocínio, onde está toda a solução da nossa vida e da vida eterna.
E por causa desse desconhecimento do nosso verdadeiro ser, o raciocínio, não tínhamos poder algum de solução dos nossos problemas.
Daí, termos vivido, por 21 longas eternidades, a fase de pedintes.
A impossibilidade de resolver nossos próprios problemas nos levava a pedir, a implorar, devido o grande sofrimento que essa falta de sabedoria nos causava e ainda causa a todos que ainda estão pensando.
E, assim, pedíamos, rezávamos, implorando aos santos, a forças do campo espiritual para nos valer ou nos dar um paliativo para tantos sofrimentos. Até promessas fazíamos, cujos cumprimentos muitas das vezes nos traziam grandes sacrifícios morais, físicos e até financeiros.
E as milhares de novenas pedindo socorro! Quanta lapidação, para hoje resultar nesse mundo completamente desequilibrado, onde a violência, o desrespeito, o terror, as guerras e as doenças fizeram morada, sem contar as tragédias naturais, que ceifam vidas preciosas.
Mas, como éramos cegos de olhos abertos, não sabíamos resolver nós próprios os problemas por nós mesmos criados, pois éramos guiados pelo pensamento inconsciente. Portanto, tudo isso foi muito válido para amenizar nossa dor temporariamente e nos acalmar na esperança de dias melhores.
E, assim, só sabíamos pedir, implorar, porque ainda não havia chegado a Fase Racional, vigorava a fase do pensamento, e o pensamento nos fazia de ferramentas para criar o nosso próprio sofrimento.
Mas, felizmente, chegou a Fase Racional e, com ela, terminou a fase espiritual. Na fase espiritual, as forças a ela pertinentes contemporizavam e amenizavam nossas aflições, já que soluções definitivas também não tinham, porque essas forças espirituais também não se conheciam, tal como nós, e não conheciam a origem do tudo existente, atribuindo tudo a mistérios de DEUS.
Quando sabemos que DEUS VERDADEIRO é VERDADE e onde existem mistérios, não existe a verdade e não existe DEUS, porque DEUS é a SABEDORIA ABSOLUTA, não tem mistérios.
Portanto, com a entrada da Fase Racional, a fase consciente e positiva, a fase de retorno à eternidade, precisamos e necessitamos sair da condição de pedintes, porque já está na Terra a solução de todos os nossos problemas, dos nossos negócios e de nossas vidas, pelo desenvolvimento do nosso raciocínio, nos Livros de Cultura Racional, Universo em Desencanto.
Somente o que falta agora é todos nós nos conscientizarmos disso e de que já estamos em plena fase de aparelhos Racionais, bastando apenas que providenciemos a ligação dos nossos aparelhos à energia da Nova Fase, a ENERGIA RACIONAL, para começarmos a aprender a resolver, nós mesmos, todos os problemas de nossas vidas, criados por nós mesmos, como robôs do pensamento e da imaginação, essas duas energias de função única de lapidação e destruição e, não, de salvação.
Essa condição superior de consciência positiva Racional, que torna possível nossa libertação definitiva de escravos do pensamento e da imaginação, será muito naturalmente adquirida, apenas no estudar e reestudar os Livros de CULTURA RACIONAL, Universo em Desencanto, tornando-nos poderosos para conosco mesmos, por nos tornar aptos a resolver todos os problemas de nossas vidas. Aí passamos de viventes pedintes a viventes eternamente gratos.
Na medida em que nosso raciocínio vai se desenvolvendo, todas as orientações precisas e necessárias para o nosso equilíbrio moral, físico e financeiro, serão transmitidas pelos Habitantes do MUNDO RACIONAL e pelo RACIONAL SUPERIOR, por estarmos ligados à ENERGIA RACIONAL, que é a energia do VERDADEIRO DEUS.
Quanto mais horas a pessoa estuda a CULTURA RACIONAL, mais ligada se torna à ENERGIA RACIONAL, e mais orientações certas e definitivas dos seus problemas essa pessoa passa a receber. Até que, depois do raciocínio completamente desenvolvido, a pessoa se desliga completamente dos grilhões da matéria, em vida, deixando de ser robô do pensamento e da imaginação e passando a ouvir a voz do raciocínio, dentro de sua cabeça, dia e noite e noite e dia.
E essa voz do raciocínio é completamente diferente da voz do pensamento. A voz do pensamento é pesada feito um bate estaca, chega e fica batendo forte no cérebro.
Muitas das vezes queremos nos livrar do pensamento e não conseguimos, por ser uma atuação muito pesada, tão pesada e maléfica e tão perturbante, que faz com que muitas pessoas não consigam dormir.
Agora, a voz do raciocínio é leve, suave, nos acalma, nos equilibra e nos dá paz!
E para ouvirmos a voz do raciocínio, é preciso que estejamos em dia com a leitura dos Livros Universo em Desencanto.
E assim, Amigos, pelo exposto, fica esclarecido o porquê que nesta fase em que vivemos, a FASE RACIONAL, não adianta pedir e, muito menos, implorar. Pois, tudo que precisamos e necessitamos nos é dado pela Natureza, muito naturalmente, desde que façamos por onde. E o fazer por onde se resume no estudo diário da solução que já nos foi transmitida por nossa Mãe Natureza, e que essa solução se encontra nos Livros de CULTURA RACIONAL, Universo em Desencanto.
Estando em dia com o estudo de CULTURA RACIONAL, estaremos aptos a captar com fidelidade, todas as orientações que a Natureza está transmitindo em todas as cabeças para a paz, a saúde e o equilíbrio geral de todos.
Mas, como muitos se renegam a se conhecer pela CULTURA RACIONAL, não tem acesso a essas orientações. E, por isso, continuam a pedir e a implorar em vão, porque essa fase de pedintes encerrou com o término da fase do pensamento, ficando o pensador sem ter com quem contar nem onde se agarrar, num “salve-se quem puder e se puder”, razão de uns contra os outros e destruindo uns aos outros, que é o que mais se observa nos dias de hoje, porque querem continuar pensando, na fase do desenvolvimento do raciocínio. E, aí, ficam contra a fase em vigor na natureza, a Fase Racional, entrando em liquidação e perdendo o direito de viver.
É, pois, necessário e urgente assumirmos, com firmeza, a nossa condição de Racional e sairmos da condição de pedintes.
Racional é consciente, sabe que não adianta pedir, porque tudo vem no seu tempo certo.
E o tempo certo é aquele em que a pessoa já se encontra devidamente amadurecida RACIONALMENTE para receber isso ou aquilo sem se desequilibrar moral, física ou financeiramente.
Mas, se pelo costume de pedir, não conseguimos ficar sem pedir, então peçamos:
sabedoria para sabermos viver bem com nossos irmãos;
sabedoria para promover a união, o amor, a paz, a fraternidade e a concórdia universal;
sabedoria para que a gente consiga ver, ouvir e calar;
finalmente, sabedoria para entender as orientações que nossa Mãe Natureza nos transmite, através de nós mesmos ou de terceiros, mas que, na maioria das vezes, deixamos passar sem perceber, por não termos sabedoria suficiente para ouvir a voz do nosso raciocínio.
Enfim, vamos pedir sabedoria para que saibamos viver racionalmente, na certeza de que alcançaremos tudo que precisamos no devido tempo, sem precisar pedir.
Colaboração de Wilma Fernandes, Rio – RJ
http://www.universoemdesencanto.com.br
http://www.encontroracional.com.br
http://origemverdadeira.blogspot.com
http://nalub7.wordpress.com

Read Full Post »

 

supermolduras2009092701k

Se nos detivermos à pesquisa sobre o significado de família, qualquer que seja a fonte, vamos encontrar uma infinidade tão grande de conceitos e definições, que encontraremos dificuldade de sintetizá-la numa pequena frase.
Isso se justifica pela diversidade de opiniões que cada qual tem a respeito não só da família, como a respeito das demais coisas.
É… somos todos diferentes.
Diferentes, sim, enquanto tivermos como base de referência os valores aparentes que cada um de nós acumulou, pelas experiências, de gerações a gerações.
E podemos confiar nas experiências?
Ora, quem é levado a experimentar, prova, com esse comportamento, que não tem o saber verdadeiro.
A falta do saber verdadeiro é que tem levado a humanidade a buscar, nas experiências, uma forma acertada de existência.
E assim vivemos por milhões de anos: buscando, pesquisando, experimentando sem base e sem lógica e repassando essas experiências. E, por isso, acertando e desacertando, desacertando muito mais que acertando.
Tudo isso sendo orientados pelo pensamento e a imaginação. Pensando e imaginando ser o que não é: e adotando. Criada, assim, foi a cultura que toda a humanidade conhece e adota para sobreviver. Uma cultura artificial.
E, por assim ser, fruto do pensamento e da imaginação, não conseguimos atingir, com essa cultura artificial, a forma real da existência – existindo sem saber por que existimos. Vivendo, sem saber por que vivemos.
Cada qual vivendo como acha que deva de viver.
Daí, a confusão crescente, em progressão tão assustadora, que tem levado todas as instituições à desagregação.
Pois, onde cada um pensa diferente, os objetivos também são diferentes. E onde os objetivos são diferentes, ninguém chega à conclusão do seu ideal, por sermos seres absolutamente dependentes de tudo e de todos.
E então, ninguém chega à conclusão de coisa alguma, caminhando cada um sozinho, sem ter com quem contar para alcançar seu objetivo e não colaborando com ninguém para que esse alguém também alcance o seu objetivo, diferente de todos os demais.
Resumindo: bilhões de pessoas, cada qual caminhando sozinho para um objetivo só seu, fruto da sua imaginação, objetivo esse fruto de suas experiências pessoais sem base e sem lógica.
Assim caminhando, onde cada qual vai chegar? Simplesmente não vai chegar, porque todos precisam de tudo e de todos para alcançar qualquer objetivo.
É aí que passamos a entender melhor a desagregação pela qual estão passando todas as instituições, mas, principalmente, a instituição familiar, nascedouro de todas as demais. Essas desagregações desequilibram todos e, inclusive, a natureza, que é quem acolhe tudo e todos. Nossa mãe natural.
Entendamos melhor isso. Se nossos filhos estão desequilibrados, de alguma forma nós nos desequilibramos também. E para que as coisas se harmonizem no lar, quanta providência é preciso, quanta luta, quantos puxões de orelha, quantas repreensões, quantos castigos são necessários para que nossos filhos retornem ao equilíbrio!
Pois é, nessa nova fase do Terceiro Milênio por que passa o mundo em que vivemos, com tanta tragédia, tanto desequilíbrio e tanto sofrimento, está acontecendo neste mundo o mesmo que acontece dentro de cada lar constituído por nós seres humanos.
O mundo em que vivemos é o nosso lar, provisório, mas, é. Nossa mãe natural é a Natureza. E nós seus filhos desequilibrados.
Essa mãe, a Natureza, é a mãe natural, porque nos adotou como filhos. E filho adotivo dá trabalho dobrado, por ter natureza diferente da natureza de sua mãe.
E porque somos filhos adotivos? Porque estamos separados da nossa família verdadeira, o que nos torna inconformados e insatisfeitos, por ter que viver de acordo com uma natureza da qual nosso EU verdadeiro não faz parte.
Nossa parte aparente, bruta, material, pertence à Natureza que nos gerou, criou, mantém e governa. Mas, nosso EU verdadeiro, interior, não pertence a ela.
Ficar longe da família verdadeira dá é nisso: desequilíbrio de um modo geral, porque uma pessoa insatisfeita, nunca está equilibrada.
Para ver, como é fundamental em nossas vidas conhecer de onde viemos, como viemos, para onde vamos e como vamos, enfim, conhecer nossa família verdadeira, nossa origem verdadeira.
Enquanto cada qual não procurar se cientificar disso, todos continuaremos desequilibrados, entrando em atrito uns com os outros, os atritos gerando conflitos, esses conflitos gerando o terror, o terror gerando as guerras e as guerras gerando a mortandade. E é o que estamos assistindo em nosso cotidiano.
É vital SE CONHECER, vital para toda a humanidade e para a Natureza.
Nós bem que tentamos constituir uma família. Mas, orientados e governados por uma Natureza que não é a nossa natureza verdadeira, que não corresponde ao nosso verdadeiro SER, não poderíamos mesmo ser bem sucedidos.
Por quê?
Porque nossa mãe natural, a Natureza, a quem devemos tudo e a quem devemos ser gratos por tudo que nos tem dado, é uma natureza bi polarizada, uma natureza dual, sendo que o nosso SER VERDADEIRO tem pólo único e divergente dos dois pólos em que ela está constituída.
Nossa mãe natural é elétrica e magnética. E o nosso SER verdadeiro é RACIONAL.
Nossa mãe natural tem uma origem. E nós temos outra.
E quando todos passarem a se conhecer, dar-se-ão conta que, na verdade, nossa mãe natural, a Natureza, veio do mesmo mundo ao qual pertencemos, mas, que constituía uma parte que ainda não estava na mesma evolução que mantínhamos em nossa originalidade.
E assim sendo, ela, a mãe Natureza, na verdade, é nossa irmã e que nos tem criado como filhos. Daí o porquê da sua, também, insatisfação, por estar fora do seu natural.
Assim, o conceito de família precisa ser revisto. Família é aquela que ainda estamos sendo preparados para constituir, quando todos passarem a SE CONHECER, sabendo de onde viemos, como viemos, para onde vamos e como vamos, tendo todos UM SÓ OBJETIVO: o retorno ao nosso verdadeiro mundo de origem.
A nossa Mãe natural, a Natureza, que na verdade é nossa irmã, já tem conhecimento disso tudo: de onde veio, como veio, para onde vai e como vai. Mas, não pode retornar à Casa Paterna, porque está impedida de fazê-lo devido às responsabilidades de gerar, criar, manter e governar essa filharada imensa que adotou, que é toda a humanidade.
E, por isso, está transmitindo a todos nós o que passou a conhecer, para que também passemos a NOS CONHECER.
Passando a NOS CONHECER, teremos condições de nos ligar, em vida, à nossa origem verdadeira, a Casa Paterna, ficando por conta do nosso verdadeiro mundo, o MUNDO RACIONAL, e liberando nossa Mãe/Irmã de nossa quase eterna adoção, para que ela retorne também ao mundo de onde viemos.
E assim fazendo, reconstituiremos ambos, Mãe Natureza e nós, finalmente, a família perfeita que sempre fomos, antes de ser o que somos, jubilosamente governados, por nosso Pai Verdadeiro, o RACIONAL SUPERIOR.
E quem não quiser dar ouvidos ao que nossa Mãe natural está transmitindo, vai ficar de castigo, por sete eternidades, nas classes inferiores de animal irracional, porque a Natureza é de transformações.
As provas e comprovações, detalhadas e minuciosas de tudo isso, todos nós encontramos na cultura natural da Natureza, a CULTURA RACIONAL, dos Livros Universo em Desencanto.
Portanto, família, é uma só, RACIONAL.
Por quê?
A resposta é encontrada no estudo desses grandiosos Livros de CULTURA RACIONAL, Universo em Desencanto.
Colaboremos com a família, com a nossa família verdadeira, a família RACIONAL, nos inteirando e nos certificando de tudo isso que aqui foi dito.
Não viremos as costas para o nosso Pai Verdadeiro, o RACIONAL SUPERIOR, nem fechemos nossos ouvidos para nossa Mãe/Irmã Natureza, ela já sofreu demais com nossa adoção.
Estudemos UNIVERSO EM DESENCANTO!
RACIOCINEMOS!
Só assim voltaremos a ser o que sempre fomos e que sintetiza o que é família: RACIONAL!
http://www.universoemdesencanto.com.br
http://www.webradio.universoemdesencanto.com.br
http://www.programaavozracional.com.br
http://www.boanoitebrasilracional.blogspot.com
http://www.encontroracional.com.br

Read Full Post »

 

A união de toda a humanidade só poderá ser feita através do desenvolvimento do raciocínio, porque o raciocínio une a humanidade, por ser um só em todas as cabeças. E o pensamento divide, porque todos pensam diferente uns dos outros. E onde todos pensam diferente, não há possibilidade de união.
E para que o raciocínio seja desenvolvido é necessário conhecer a cultura dele, a CULTURA RACIONAL.
Mas, desenvolver o raciocínio é uma opção de cada um, porque ninguém pode desenvolver o raciocínio de ninguém, a não ser o seu próprio.
Então, desenvolver o raciocínio está na vontade de cada um.
E como a união de toda a humanidade só poderá ser feita através do desenvolvimento do raciocínio, a união de toda a humanidade fica na dependência de cada um.
Mas, como nem todos acordarão em tempo para enxergar tudo isso, a Natureza está tratando de liquidar quem não quer desenvolver o raciocínio, porque a Natureza é quem manda e ela quer todos desenvolvendo o raciocínio. A Natureza é quem manda, pois é ela quem gera, cria, mantém e governa tudo e todos e, por isso, ninguém pode com a Natureza.
É preciso que todos se conscientizem disso, para que possam entender e compreender a causa de tanto sofrimento pelo mundo inteiro, que se trata de uma mudança de fase da Natureza, onde ela é que determina os entendimentos e procedimentos de cada fase, porque já passamos por muitas fases até chegarmos até aos dias de hoje. E todas as fases que passamos foram impostas pela Natureza. E a fase em vigor é a última fase da vida da matéria, a FASE RACIONAL, a Fase da Racionalização dos Povos, onde todos vamos conhecer o verdadeiro mundo de nossa raça, o MUNDO RACIONAL, e saber como voltar para ele, pelo desenvolvimento do raciocínio.
E por sermos animais Racionais, nosso mundo de origem é Racional, sendo todos da mesma raça, a raça Racional. Essa é a razão e o porquê todos precisam e necessitam urgentemente desenvolver o raciocínio, por sermos de raça Racional e estarmos vivendo agora a fase que favorece a nossa raça, a Fase Racional.
E por a fase em vigor na Natureza ser Racional, essa é a razão da fase do pensamento ter terminado, desde 1935, tornando enfraquecido todo pensador.
O raciocínio é, pois, o SER da nossa verdadeira raça, da nossa verdadeira origem, o mundo dos eternos, razão porque o raciocínio é o ponto fundamental e o passaporte para a vida eterna e, por isso, precisa ser desenvolvido e evoluído.
Já o pensamento e a imaginação, essências da matéria, são seres da parte que não nos pertence, a parte animal, cuja função é a lapidação do pensador e sua preparação para ter condições de passar para o curso superior da vida, do desenvolvimento do raciocínio, que nos conduzirá, em vida, ao nosso verdadeiro estado natural de RACIONAL puro, limpo e perfeito, no mundo dos eternos, o MUNDO RACIONAL, de onde saímos um dia, por livre e espontânea vontade, dando causa a este segundo mundo imperfeito e transitório em que vivemos, o mundo das transformações, degenerações, deformações e poluições, o mundo dos mortais.
No mundo dos mortais é que há senhores e escravos. Onde uns tantos são os cabeças e o restante, a grande massa, apenas pernas e braços. Esta é a característica fundamental do pensamento, que engambela e embriaga o pensador com ilusões, fantasias e similares, enquanto o torna um mero escravo. No pensamento não há liberdade e, sim, uma falsa liberdade. O pensamento dá ao pensador a realização dos seus desejos e vontades, que o próprio pensamento cria no pensador, mas, não lhe dá o discernimento verdadeiro, o bom senso e muito menos a verdadeira liberdade, razão porque todos se sentem agoniados e sem paz. O pensamento cria necessidades aparentes, felicidades aparentes, prazeres aparentes, sabedorias aparentes, mas, não lhe dá sossego nem paz, porque o pensamento não foi feito para acertar e, sim, para lapidar o pensador. E sem acertar na vida, ninguém tem paz nem sossego. É sofrimento, dia e noite, noite e dia.
Chega de sofrimento! Chega de desunião! Chega da escravidão do pensamento! Libertemo-nos, já, pelo desenvolvimento do raciocínio, para acertarmos em tudo, concretizando a união verdadeira, a paz verdadeira, o amor verdadeiro, a fraternidade verdadeira e a concórdia universal de UM por todos e todos por Um.
E quem é esse UM? O nosso verdadeiro Mundo de Origem, o MUNDO RACIONAL, o mundo da FORÇA SUPREMA A TUDO E A TODOS: DEUS!
Estudemos os Livros do MUNDO RACIONAL, Universo em Desencanto! SEJAMOS REALMENTE LIVRES!
http://www.universoemdesencanto.com.br
http://www.webradio.universoemdesencanto.com.br
http://www.programaavozracional.com.br/index-1.asp
http://www.boanoitebrasilracional.blogspot.com/
http://www.encontroracional.com.br

Read Full Post »

Older Posts »